Nyah! Fanfiction e os males da popularização

sábado, abril 07, 2012
Faço parte de um Nyah que muitos não conheceram.
Sou da época que tinha top 10 com os mais comentados do site. Sou da época que postar fics te davam 56N¢ (era isso mesmo?) e deixar reviews com quantidade X de caracteres te dava 11N¢. Responder MPs te dava pontos de experiência, que você ia acumulando pra passar de nível. Sou da época que modinha eram as fics de My Chemical Romance (e, céus, eu era feliz e não sabia). Da época que você podia comprar molduras pro avatar (da época que minhas fics alcançavam 400 reviews HAUAHAAUAHAU), da época que encontrar fic legal ainda era fácil. Pense nisso e perceba quantas dessas características permanecem hoje em dia.
Nenhuma, né?
Sou da época em que haviam coisas ruins, claro. Mas para cada fic sem conteúdo ou comentário "amei, continua", tinha uma ou mesmo duas pessoas de bom senso que escreviam fics bacanas e deixaram reviews decentes. Uma época que não existia isso de "Me ajudem a encontrar X fic" postada como se fosse uma história.
Durante todo o tempo em que me planejei para escrever esse post, imaginei o Nyah! como sendo uma daquelas cidades interioranas bem tranquilas em seus primeiros tempos. As pessoas espalhando para seus amigos e parentes o quanto é legal viver ali, o quanto é tranquilo e sem problemas...Então as pessoas vão chegando, sem saber quais as regras pra morar ali, as tradições. Aos poucos vão surgindo os problemas, "criminalidade", desrespeito, brigas, baderna, problemas... E mais pessoas vão chegando a cada dia, tornando praticamente impossível resolver o problema de forma rápida. A impressão que dá é que o problema não tem solução, então muitos antigos moradores se enchem com a situação e mudam de cidade, deixando a antiga com os baderneiros e os poucos corajosos que ainda querem se aventurar por lá.
É exatamente isso que está acontecendo com o Nyah!
A solução para isso parece estar na ponta da língua para a maioria, mas a verdade é que o buraco é mais embaixo. Boa parte das queixas de quem está por lá (inclusive a minha, admito) é que o site abandonou o que tinha de diferencial e foi tomado por pessoas imaturas, sem consciência, que acham que na internet podem fazer tudo o que quiserem, principalmente na escrita, sob o "argumento" de que são "escritores amadores" e não precisam ter compromisso em fazer tudo certo. Calma lá: campeonatos de futebol amador, por exemplo, não são oficiais, mas nem por isso um dos participantes pode chegar cometendo faltas desleais e achar que vai sair impune. Com a escrita não é diferente.
O fato é: como resolver a situação? Como colocar um cérebro dentro de centenas de cabecinhas que parecem não ouvir ninguém?
Não vou pagar aqui de advogada de ninguém. Mesmo fazendo parte da moderação do site, sei que a moderação às vezes é falha (como todo ser humano é, aliás), mas é que simplesmente cansei de ver pessoas vindo me perguntar "por que não colocam mais moderadores?" ou, pior ainda, "por que vocês não trabalham mais?". Só pra terem uma ideia da minha rotina, não trabalho, mas a faculdade me consome totalmente. Comigo não tem meio termo, quando entro numa coisa gosto de fazer bem feito, então me esforço pra ter sempre alguns dos melhores trabalhos da turma. Gosto mesmo de me dedicar na semana de provas pra tirar notas altas, gosto de dedicar meu tempo a fazer pesquisas pra entregar artigos tão impecáveis quanto possível, gosto de ler os livros e ir fundo neles, por mais que o curso não seja exatamente o que eu sonhei pra mim. Ele é a porta de entrada para aquilo que sempre quis fazer, de alguma forma, e não posso me dar ao luxo de deixar de estudar para me dedicar inteira e completamente a algo que, por mais divertido que seja, não me dá um centavo de lucro. Amo o Nyah, sinceramente, e enquanto ele estiver no ar estarei por lá, nem que seja tentando sugerir melhoras nos textos dos iniciantes (não que minha escrita seja perfeita, mas já fui iniciante e não tive UMA boa alma pra me ajudar, sei como é difícil acertar logo de primeira, ainda mais sem alguém pra indicar o caminho), mas está claro desde o começo que trabalhar no staff é voluntário.
Logo, não é deletando plágios que vou colocar comida na minha mesa. Tem moderadoras que estudam e trabalham, uma delas tem até filha. Dedicação total e exclusiva ao site, por mais que a gente queira, é humanamente impossível.
E outra: não é todo mundo que pode ser moderador. Lembra do que falei lá em cima sobre os poucos autores/leitores conscientes estarem se afastando do site? Pois bem, se o Seiji tentou escolher os melhores (ou com mais conhecimento das regras, pelo menos) para moderarem o site a situação está como está, imaginem o caos que seria se pegássemos um desses outros e colocássemos por lá.
As regras já mudaram há dois anos e ainda tem gente que aparece "mais pq voçes deletaraum minha finc? soh pq tinha 150 carinhas e 100 fotoz por capitulo? voçes são muitoh ditadoris, vou muda de saite mimimi :(" (vocês não sabem o quanto me doeu ter que escrever assim, mesmo de brincs D:). Pior ainda. Tem uns que chegam "mas deletaram pq? Só pq peguei o livro da (insira uma autora de livro de banca qualquer aqui), mudei o nome dos personagens e postei? Isso não é plágio, é adaptação e eu exijo que vocês recuperem minha história, isso é um tremendo desrespeito com os autores, vocês têm que mudar essas regras". Como disse lá em cima, não quero aqui tirar a culpa das nossas costas. Erramos, e sabemos disso, mas todo mundo quer ser moderador sem saber como é REALMENTE a vida de um. Não é a maravilha que todo mundo pensa. Sejam sinceros, quantos de vocês gostariam de trabalhar gratuitamente para ouvir absurdos como esses todos os dias? É preciso muito amor (não sei que outro nome posso dar a isso) por uma causa, amor este que nem todos têm. Ser moderador é muito mais que ter acesso livre a todas as sessões e ver um "editar" "deletar" em todas as histórias. Nem todos estão preparados pra isso.
Mas o foco do post é outro. Vamos a ele.
Tentando reduzir os absurdos e excessos, infelizmente, precisamos retirar muitos benefícios do site. Muitos deles foram tirados antes mesmo que eu virasse moderadora, então não sei como foi a discussão sobre eles. Lentamente, as molduras para avatar, o Nyah Cash, os Pontos de experiência, os Pontos de popularidade, o Top 10 de fics, o sistema de divulgação foram saindo. Alguns deles me fazem falta até hoje. Me pego de vez em quando "poxa, bem que aqueles tempos poderiam voltar". Realmente fico triste em ver quanta coisa bacana precisou sair e me pergunto o que poderíamos fazer pra trazê-los de volta.
Mas por que não voltam? Porque tinha gente que postava qualquer bobagem para ganhar pontos. Escrevia um ~review~ "aa(...)aaamm(...)mmeee(...)eeiiii" só pra dar a quantidade de caracteres pra ganhar pontos de experiência. Tirava pontos de popularidade simplesmente por você não gostar de um gênero específico (e só eu sei o quanto sofri por isso). Postava qualquer besteira como história só pra ganhar os pontos. Criavam panelinhas pra sair dando pontos de popularidade uns pros outros e brigarem massivamente contra outras pessoas só por elas gostarem de um shipper de anime, por exemplo, diferente do que eles gostavam. Lentamente, o que era pra ser diversão, um plus, um diferencial foi se tornando instrumento de briguinhas imbecis pra ver quem tinha mais histórias, mais Cash, mais XP, mais popularidade. Esqueceram a qualidade e começaram a se achar melhores que os outros por que tinham uma quantidade maior de certos números no perfil. Não me perguntem o motivo. Era pra ser divertido e engraçado, mas se tornou algo que só dava dor de cabeça e constrangimento, por isso foi retirado. É a mesma conversa de sempre: gente que não sabe usar, estraga tudo e quem implantou tal sistema precisa retirar as pressas antes que a bola de neve aumente mais ainda e o estrago fique pior. Acaba que a minoria consciente se prejudica porque uma maioria infantilóide transforma diversão em competição.
Foi isso o que aconteceu com o Nyah. Muita gente que não sabe usá-lo entra a cada dia, muita gente que não conhece o passado do site, não sabe o que sofremos para chegar até aqui, quanto dinheiro do próprio bolso o Seiji teve que tirar pra manter o servidor no ar (somente pra ouvir xingamentos quando, por algum motivo, o site entra em manutenção). A reputação que um dia tivemos de site promissor e cheio de talentos em potencial agora é de antro de lixo e escritorezinhos metidos que te devolvem flames se você sugere que determinada vírgula se desloque daquele lugar para outro, mais adequado.
A culpa é da moderação? Em partes. Não estou aqui pra cobrir o sol com a peneira e fazer de conta que o staff é santinho e isento de qualquer culpa. Confesso aqui que eu mesma já peguei pesado na minha ânsia de corrigir as coisas e acabei punindo alguns injustamente, queria até aproveitar para pedir desculpas públicas.
Mas por outro lado, podemos proibir as pessoas de plagiarem histórias ou de colocarem excessivos emoticons em seus textos, mas não podemos proibir as pessoas de serem sem noção. Infelizmente. Seria muito com que pudéssemos excluir pessoas simplesmente porque elas escrevem bobagem e entulham o site, mas não podemos.
Porque ao contrário do que dizem, não somos ditadores. Queremos que todos evoluam e escrevam coisas legais, mas não podemos obrigar ninguém a fazer isso.
Além do mais, TODOS OS USUÁRIOS precisam fazer sua parte, independentemente de ser um moderador, um leitor ou um autor. Tiramos muita coisa temendo excessos, mas não podemos proibir uma pessoa de escrever errado, porque todos sabem os problemas educacionais que enfrentamos nesse país. Alguém confundir mais e mas é uma questão fora de nossa alçada.
Mas admitir um erro não é vergonhoso, pedir ajuda para alguém mais experiente não é vergonhoso. Vergonhoso é fazer parte de um site que antigamente era bom e hoje eu estou constribuindo indiretamente para estragar. Vergonhoso é plagiar o livro de uma autora desconhecida e postar como se fosse meu. É postar um "preciso de ajuda pra achar uma fic" sabendo que está errado e quando já fui advertida por isso. E tão vergonhoso quanto isso é ver algo de errado acontecer e fechar os olhos. Pior ainda: ver algo de errado acontecer, fechar os olhos e reclamar porque ninguém toma uma atitude. Assim como é igualmente constrangedor estar errado, não admitir o erro, não procurar melhorar e ainda insistir nele, insultando todo mundo que tenta ajudar de alguma forma.
Sei que esse texto não vai chegar a quem deveria, mas é o que acho.
Mais uma vez, porque aparentemente todo mundo tem dificuldade de interpretar textos pelo que vi nos meus textos anteriores aqui, não estou excluindo a culpa do staff. Erramos e sabemos onde, mas não adianta um grupo pequeno (de moderadores e de usuários conscientes) querer arrumar sozinho a merda de centenas de pessoas, porque é humanamente impossível. Se todo mundo criar um pouco de juízo, descer do salto (já teve gente dizendo que o site faz sucesso somente porque as histórias dela estão por lá... nem vou comentar pra não cair pro lado do xingamento pessoal) e procurar melhorar. Quando encontrar algo de errado, fale com o usuário e não tenha medo de represálias. Se a pessoa xingá-lo/a, denuncie e o fulano ou a fulana sofrerá as consequências do que fez. Colabore para melhorar o ambiente em que está, seja ele qual for, antes de simplesmente jogar a toalha e desistir.
Somos todos humanos e nenhum de nós é perfeito, logo não é apenas a moderação do Nyah que precisa melhorar. Todos nós precisamos. Do mais recente usuário, até a mais alta cúpula da administração.
E tenho dito.

2 comentários:

  1. Esse texto me trouxe uma nostalgia inacreditável. Também vivi esse “tempo bom que não volta nunca mais” como bem diz aquela música do Thaíde [s] sim, sou velha, me julgue u.u [/s]. Lembro que o pessoal reclamava da modinha do MCR sem imaginar que viriam outras muito piores. O site foi mudando (a maioria das mudanças me deixou triste, é verdade), mas entendo perfeitamente os motivos. Não tem como não entender. Algumas bobagens feitas por usuários (sim, USUÁRIOS! Era muita infantilidade e isso definitivamente não foi algo imposto porque o Seiji é “ditador” como espalharam na época) não tinham como passar em branco. Se os moderadores comentem erros? Claro. Quem não? Mas daí sair baixando o nível também não, né? Criticas construtivas são sempre bem-vindas. Mas construtivas. Se é pra chutar o pau da barraca, fique calado. Confesso que, comigo pelo menos, nenhum moderador errou. Também jamais conhecei UM moderador mal-educado. O Seiji mesmo sempre foi muito gentil nas poucas vezes que nos falamos. Sem contar você, né? Hehe.
    Por mais que o Nyah! Tenha mudado, por mais que lá tenha quase se tornado uma “terra inóspita” me recuso a sair de lá. Amo mesmo. Foi lá que li textos maravilhosos, conheci pessoas que se tornaram amigas para a vida toda (espero), conheci livros, músicas, filmes. Me recuso a abandonar a “cidade natal”, mesmo que atualmente seja apenas leitora e por mais difícil que seja encontrar fics boas. Porque elas ainda existem por lá. E é sempre gratificante encontrá-las. Como bem diz Fox Mulder: “Se você desistir, eles vencem”. A maioria dos sites de fics que acompanhava (e eram bons mesmo) fechou. O Nyah continua e torço que por muito, muito tempo.
    Pessoal tem que entender que é necessário ler as regras do site (e olhá-las de vez em quando, já que elas mudam). Tem que entender que o pessoal da staff e o Seiji tem suas próprias vidas e não são escravos de ninguém e principalmente, que educação é bom e todo mundo gosta. Ou como dizem aqui no RS “é bom e preserva os dentes”. =P
    Com cada um fazendo sua parte o site volta a ser aquele site bacana de que tanto sentimos falta. Bom, vou parando por aqui se não esse comentário vira um livro, huahuahua.
    Adorei cada linha do post. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Concordando com a Fran, a nostalgia me atingiu ao ler esse texto.
    Eu não sou lá muito velha no Nyah (faz uns dois anos e alguns meses desde que entrei), mas me lembro das molduras, dos pontinhos, do Nyah Cash... Aquela época, certamente, foi a melhor.
    Porém, as coisas tiveram de tomar outro rumo, rumo esse que só os que procuram entender conseguem. E o problema é esse: as pessoas simplesmente saem falando e acusando sem saber. Eu nem sou da Moderação e já recebi mensagens privadas me xingando sobre isso e aquilo. Uma menina simplesmente veio reclamar que sairia do site já que tinham excluído a categoria de Bandas. Eu sempre tento ser o mais paciente possível com essas mensagens: explico os porquês de tal fato (porque, para tudo que é feito no Nyah, há um porquê), tento conscientizar a pessoa de que ela está precipitada e busco até o remorso dela às vezes (dependendo da sua agressividade). Entretanto, o que eu queria dizer de verdade era o favor que elas me fazem ao sair do site. Sério, não há nada pior do que má vontade. A pessoa simplesmente não leu o post do Seiji falando sobre a exclusão da categoria – e os motivos para tal.
    Enfim, entendo e apoio a sua revolta. Se eu, que nem me envolvo com essa parte de reclamações, já me enervo ao ver injustiças, imagine você! Se, ao menos, o Nyah conseguisse voltar a ser o que ele era...
    Outro dia, fiz uma crítica construtiva a uma menina que a recebeu pessimamente. Ela simplesmente disse que não importava como ela escrevia, apenas ~o quê~. Nos tempos antigos, certamente, não ocorreria tal coisa. Decepcionante...
    "Mas admitir um erro não é vergonhoso, pedir ajuda para alguém mais experiente não é vergonhoso". Pois é, o Nyah até criou a Liga dos Betas para ajudar essas pessoas, mas parece que, cada vez mais, eles ficam mais desinteressados. Se as pessoas apenas se esforçassem um pouquinho, o site já se melhoraria tanto... Por causa de tantos usuários irracionais, o Nyah ainda tem mais dois projetos para serem concretizados, buscando uma melhoria nesse sentido. Espero – francamente espero – que o Nyah volte a ser o que era.
    Aliás, parabéns pelo texto. *-*
    Beijos,
    Letícia Silveira.

    ResponderExcluir

Não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?

Tecnologia do Blogger.