Guia Prático de Como Fazer uma Boa Fanfiction: Construindo a Sinopse:

segunda-feira, julho 07, 2014
Olá, ficwriters. Estamos muito felizes com a recepção e participação na última postagem e todos os comentários foram lidos. Esperamos continuar o trabalho e agradecemos a todos os elogios. Sugestões e críticas são sempre bem-vindos. Mas vamos ao post ;)





Muitos autores deixam esse campo em branco na hora de escrever uma fic por não gostarem dessa parte, um pouco de preguiça ou mesmo por não saberem como fazer, mas não sabem que esta é uma das partes fundamentais da sua história, pois é ela quem vai chamar os leitores para sua ficção. Voltando ao exemplo do “produto para venda”, quanto mais bem feita a sinopse, mais “clientes” consumirão seu “produto”. Então nada de colocar "Por favor, leia", ou "Sem ideia pra sinopse”.
E poemas precisam de sinopse sim, apesar de muitos espalharem o contrário.
Infelizmente, também não existe uma receita padrão para isso. Assim como o título, a sinopse é fruto de um conjunto de fatores que vão desde o estilo do autor até o tema e do gênero da história. Mas isso não quer dizer que não seja possível dar algumas dicas. Vamos a elas:
Um conselho importante para fazer uma sinopse boa, ou mesmo regular, é ler outras sinopses de livros, seriados e filmes (de preferência com o mesmo tema da sua história) e ver como os autores ou roteiristas fazem. Depois disso, tente fazer seguindo mais ou menos aquele estilo para ir se habituando até desenvolver seu próprio método e conseguir fazer suas próprias sinopses.
E porque você faz sinopse num estilo X, não quer dizer que todas precisem seguir a mesma fórmula. Você pode mudar de estilo quando quiser ou quando mudar de estilo de história, o importante é que sempre faça uma.

O que deve ter em um resumo:
A maioria das sinopses apresenta os personagens (obviamente o principal aparece, mas se o personagem secundário tiver certo grau de importância junto ao protagonista ele geralmente aparece também), viagens (se houver), armas (se forem necessárias), o que leva o personagem a fazer o que a história conta e o que ele quer encontrar/fazer/descobrir/resolver/etc., mas sem contar o final, obviamente.
O importante é sempre despertar a curiosidade no leitor. Muitas vezes um simples pedaço da história ou uma frase chamativa é suficiente, basta que você encontre o que se encaixa melhor no seu tipo de fic e estilo de escrever.
Além de ser importante a presença da sinopse, é muito interessante observar também o tamanho dela. Quando pequena demais, pode não passar uma ideia clara sobre do que se trata sua história. Por outro lado, quando muito grande, pode se tornar maçante para o leitor. Lembre-se de que sinopse não é prólogo e muito menos primeiro capítulo.
Vejamos alguns exemplos de sinopses:

Exemplo 1) Sinopse mais comum:
Katharine era uma assassina de aluguel dotada de muito sangue frio, sensualidade e talento na profissão, fazendo com que fosse requisitada para vários assassinatos. Ela tentava abandonar o trabalho, mas Julian, seu amante e agenciador, sempre dava um jeito de convencê-la a continuar.
Até que um dia ela recebeu um novo chamado e viu nele a oportunidade de enriquecer e sair daquela vida armando um traiçoeiro golpe. Mas ver quem seria aquela vítima a fez mudar de idéia...
Ele era apenas mais um em sua estatística macabra, a sua presa que a predadora tanto esperou para matar... Mas algo a impedia de matá-lo. Algo chamado paixão.

Nessa sinopse temos a personagem principal e que dá título à história (Katharine), um dos secundários que tem grande importância na trama (Julian), um pouco do passado, da forma de vida e da personalidade deles e o principal objetivo da protagonista (que vai mover a história da primeira à última linha).
Importante perceber que não tem nada revelando o final. Sabemos o que ela quer e vai tentar fazer, mas em nenhum momento temos a revelação se ela consegue ou não, ou como ela fará isso, e é isso o que costuma levar as pessoas a lerem tudo até o final: a ânsia de descobrir o que acontece.


Exemplo 2) Trecho da História:
Através do espelho, contemplo meu rosto. Mas a pessoa que aparece refletida do outro lado não parece nem um pouco com a ideia que eu tenho de mim. Não aparece com nada do que eu penso que sou nem com aquilo que tenho certeza ser.

Aqui temos um estilo mais comum em one-shots e poemas. O autor escolhe um trecho que resuma bem, o que melhor passe a proposta da história. Não tem muitas regras pra ele, apenas que é interessante que vá direto ao ponto e passe pro leitor o clima da história: angústia, medo, raiva, amor, comédia, amizade, alegria, etc.


Exemplo 3) Simples e direto:
Uma casa abandonada, uma investigadora de fenômenos sobrenaturais e sua assistente, acontecimentos que muitos não conseguem explicar e um final surpreendente.

Esse estilo de sinopse é interessante porque une bem os dois anteriores. É mencionado um pouco dos personagens, do ambiente e do clima da história, mas de forma simples, passando apenas o essencial e deixando o mistério no ar a respeito do final.



Nem toda sinopse precisa seguir essas fórmulas, mas a maioria acaba indo por esse lado mesmo. Também existem os chamados trailers, que é quando o autor intercala na sinopse parte da apresentação com um "flash" de uma cena. Tomando cuidado apenas para não ficar grande demais, qualquer uma dessas alternativas é válida.
O que você deve ter em mente é: a sinopse é um resumo da sua história, mas sem contar o final, dando suspense. Se ainda não estiver seguro sobre como fazer, procure sinopses e tente seguir o estilo, mas é de fundamental importância que você faça uma. Se ainda não estiver boa, você pode simplesmente fazer uma melhor depois e alterar, mas nunca deixe essa parte em branco, afinal é importante para os leitores saberem do que se trata.
Por fim, lembre-se de passar apenas informações essenciais. Dados e palavras supérfluos podem (e devem) ser cortados para que sua sinopse fique mais enxuta e procure sempre a opinião sincera de seus leitores de confiança. Se conseguir um beta-reader, melhor ainda.
E não é porque você escreveu um poema que ele não precisa de sinopse, como já vimos. Apenas o título e uma capa (quando tem) podem não dar conta de chamarem leitores pra sua história. Eles precisam saber se vale a pena ler seus versos, então porque não separar dois deles que sejam mais impactantes e colocá-los como sinopse?


"Eu já sei o que é sinopse, a importância de uma e como fazer, mas faço primeiro a sinopse ou deixo por último?"
Essa pergunta é mais frequente do que se imagina. E o melhor a fazer é planejar a fic antes de tudo. Se você já tiver todas as idéias de como vai desenvolver sua história, fica mais fácil de fazer uma sinopse interessante logo de cara. Outra coisa a se levar em consideração é se você vai postar a fic enquanto ainda está escrevendo ou se vai escrever tudo primeiro para só depois começar a postar. Caso tenha escolhido terminar tudo primeiro, pode deixar para fazer a sinopse quando a fic estiver concluída — e você até nem vai sentir tanta necessidade de mudá-la depois.
Para encerrar, é interessante que vocês tenham em mente que o ato de escrever e o ato de se organizar devem caminhar juntos em seu “ofício” como escritor. Para auxiliá-los nessa parte, logo abaixo segue uma pequena ficha que vocês podem preencher com os dados das fics e organizarem melhor as fics em andamento e as encerradas.

Nome da Fic:
Autor(es):
Beta-reader (se houver):
Classificação etária:
Gênero(s):
Do que se trata a história (resumo geral de tudo o que você pretende abordar a história):
Sinopse (a partir do resumo anterior, selecione as informações relevantes para a sinopse sem expor o final da história):
Número de Capítulos (aproximado - opcional):
Status (em andamento, concluída, em planejamento, etc.):


Na prática:
Mãos à obra! Tendo em vista tudo o que já discutimos, e o que já sabemos sobre sinopse, experimente reformular uma sinopse de qualquer uma de suas fics, construindo-a de outra forma. Se quiser, pode até decidir qual das duas vai usar realmente a fic, a ideia é fazer algo diferente do que se está acostumado.
Espero que estejam gostando.
Até o próximo.


Fonte:

As sinopses utilizadas como exemplos pertencem respectivamente às originais “Katherine”, “Através do Espelho” e “A Casa da Colina”, com leves alterações. Todas são de minha autoria e se encontram finalizadas e devidamente postadas no Nyah.

Nenhum comentário:

Não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?

Tecnologia do Blogger.