[RESENHA] Olhos Vermelhos

sexta-feira, abril 17, 2015


Fanfiction: Olhos Vermelhos
Autor(a): ~alasca
Categoria: OneDirection, Lauren Cohan
Estagio: Terminada


Vou iniciar pela TAG da fic. Quando se escolhe a CATEGORIA o mais aconselhado é não coloque mais na TAG; esta deve focar no casal/couple, em algum tema não assinado nos avisos, para não encher o checklist de coisas já obrigatórias nas regras do site. Uma dica: se colocar aviso de crossover não precisa colocar outra categoria, coloque o personagem/banda/músico na TAG. Isso favorece a categoria escolhida e diminui a invasão de categorias umas nas outras.
Lembrando que minhas análises de fics são para ajudar a melhoria tanto pra quem escreve quanto pra alertar sobre as regras de envio do site. Não vamos correr o risco de ter nossas fics tão preciosas banidas, ok?
Meu elogio vai para a escolha da sinopse. A escolha de um trecho da fic parece bem comum, mas tem que se escolher o trecho certo para guiar o leitor e trazer seu interesse. O trecho em si não precisa ser grande, mas é bom que tenha informações sobre o tema abordado na fic. E nosso autor(a) aqui foi em um ponto muito bom. Como a fic se baseia no romance entre Sammantha e Niall é sempre bom entender o foco do drama seguido. E por isso a sinopse escolhida foi, em minha opinião, muito bem colocada. Sinto o texto bem voltado para o drama.
A ortografia não tem grandes erros, mas a pontuação e separação diálogo-narrativa pode ser melhorada. Há um uso repetitivo de algumas palavras de ligação como ‘que’, ‘mas’ e alguns verbos como ‘querer’ – ‘eu quero’ se repete com constância.
Há uma loca temporal de ações, locais, horários envolvendo os personagens. Chega a ser desnorteante não saber se o personagem está no quarto ou na sala, se ele vestiu uma roupa pra sair ou se ele está de pijama. A descrição das cenas íntimas é muito vaga, as vezes dá a impressão que aconteceu e mais a frente, da mesma cena, dá a entender que nada ocorreu. Uma hora a personagem está falando, parece ter lucidez e do nada desmaia. Isso não é explicado na narrativa, a clareza de ações se faz necessário, isso tem nome é: coesão textual. Quando não se define ações, o leitor não tem norte pra imaginar a cena.
Apesar dessa disfunção na coesão temporal , há coerência de fatos. Os capítulos se ligam até o final e tem uma criatividade boa para o final proposto e todo o roteiro seguido. É uma leitura que tem um ponto favorável por ser curta e os fatos ocorrerem envoltos de mistério sobre um dos personagens.
Se melhorar as descrições das ações, sem dúvidas teremos uma historia bem melhor. É uma leitura que se assimila muito há algumas séries bem populares na TV e isso ajuda muito o leitor a entender onde o texto leva.


Sobre Phynx:
Sou uma pessoa apaixonada por leitura e escrita. Baiana, 27 anos, me chamo Endira Alves, mas gosto do apelido no qual sou conhecida, Phynx. Ando tentando a segunda formação na área Artes Visuais. Gosto de cachorros e música. Um dos meus fascínios é culturas e a oriental é encantadora e temos pouco acesso.

Um comentário:

  1. Nossa!!! Encontrei seu blog por um acaso e simplesmente adorei!!
    Um tempo atrás, eu queria ter feito algo parecido; ler fica, resenhar e dar a opinião. Mas, por alguma razão, não consegui levar a coisa à frente. Mas, de verdade, achei sua ideia sensacional e dou maior apoio. Fora que você dá dicas de escrita para as pessoas melhorarem.
    Já tô te seguindo no meu blog!!!
    Bjs,
    Bella

    http://criptografandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?

Tecnologia do Blogger.