Dicas para Escritores: Organização (Parte 1)

sábado, maio 23, 2015


Pelo menos pra mim, organização é algo super difícil.
Não tanto colocar as coisas em ordem, mas mantê-las assim. Consigo tirar uma semana pra colocar guarda-roupa, estante e gavetas arrumadinhas, mas em menos de um mês depois está tudo uma bagunça.
Com meu computador não é diferente, o que sempre acaba me ferrando. Bagunça atrapalha a produtividade e nos faz perder tempo procurando arquivos que poderiam estar a poucos cliques de nós e, muitas vezes, sequer sabemos onde foram parar.
Pensando nisso, fui procurar algumas dicas de organização internet a fora e percebi que a questão toda é hábito. Eu ainda não o adquiri, mas com prática, posso chegar lá.
Por isso resolvi começar colocando algumas coisas em ordem em minha principal ferramenta de trabalho e, como sei que muita gente tem dificuldade com isso, vou compartilhando minhas descobertas com a intenção de ajudar todo mundo a ser mais organizadinho.
Será uma série longa de posts porque quero falar de algumas coisas com detalhes, mas começaremos com algumas dicas básicas. Pega o bloquinho, a caneta e vem com a gente...


# Nomeie os arquivos
Mas com nomes de verdade. Nada de sair batendo os dedos no teclado e salvar o que sair. Você pode nunca mais lembrar que o “zcjsdvjfvui” na verdade é aquela ideia super legal que teve no ônibus e, por sorte, conseguiu lembrar e anotar a tempo. Já pensou brincar assim com o acaso e deixar aquele começo incrível de capítulo se perder pra sempre no meio de montanhas de “ckjvndfv”, “28eu289rufh” e “sakjhsuifh”?

# Separe em pastas
O ideal é que você tenha uma pasta separada só para suas histórias. Posso até dizer que é básico e praticamente todos os autores fazem isso. Mas é interessante criar uma pasta para cada história, assim as coisas não se misturam. Assim, você não é obrigado/a a abrir o arquivo “Capítulo 1 – Parte 1” pra saber se ele é de fic X ou Y.

# Salvar os arquivos nas pastas específicas
De nada adianta criar as pastas todas certinhas se você salva as coisas em lugares totalmente aleatórios. Se você se deu ao trabalho de criar uma pasta para cada uma das suas 50 histórias, use-as e faça valer o seu esforço. Senão, todo o trabalho que você teve de primeira vai por água abaixo e vai levar mais tempo ainda para colocar tudo no lugar certo – tempo esse que você poderia usar para escrever.

# Utilize um padrão de nomes
Isso pode facilitar bastante seu trabalho, principalmente se você não optou por criar uma pasta para cada história. Nesse caso, você pode optar por “História X – Notas”; “História X – Personagens – Fulano de Tal”; “História X – Pesquisa”, por exemplo. O importante é que o nome do arquivo traga o nome da história da qual ele faz parte e do que se trata. A ordem dessas informações fica por sua conta.

# Explicite qual a versão do arquivo (se possível com data)
Se você é como eu e não exclui praticamente nada relacionado às suas histórias por querer usar algumas coisas depois, talvez seja interessante mencionar no título do arquivo qual a versão que está ali (se necessário, com a data da última atualização). Ex.: “História X – Plot Versão 2 – Maio de 2015”.


Apenas lembrando que cada dica vista hoje e cada método que apresentarei nos próximos posts são apenas sugestões e cada pessoa pode (e deve) ficar livre para fazer as adaptações necessárias. Nem tudo combina com todo mundo e às vezes precisamos fazer alguns ajustes para que determinada forma de fazer as coisas fique mais fácil para nós ou se adapte melhor às nossas necessidades.

Quem tiver algum método pra sugerir, pode deixar nos comentários e incluo no próximo post.
Até a próxima.

2 comentários:

  1. Graças a esse post, tomei vergonha e nomeei todas as minhas fictions e coloquei-as em suas respectivas pastas. Achei arquivos aqui que eu nem lembrava que tinha, mas que foram maravilhosos de reler e cogitar uma possível continuidade. Obrigada pelo incentivo!

    ResponderExcluir
  2. Todas essas dicas são procedimentos muitíssimo simples - e acho que é isso que pega. Eu costumava salvar meus escritos na área de trabalho e deixar por lá, simplesmente porque salvar numa pasta específica parecia "uma coisa boba". Pensava "Ah, eu conheço minha área de trabalho melhor que ninguém, não vou ter problema nenhum em achar o que eu quero. Salvar numa pasta é bobeira". Ou "depois eu organizo". E foi assim que eu comemorei meia área de trabalho cheia de arquivos como "Cap1a", "FicXb", "Intro2" etc.

    Hoje eu tenho uma pasta "Histórias" e lá dentro coloco uma pasta pra cada fanfic. Pessoalmente, não gosto de colocar muitas informações no nome do arquivo, então eu geralmente tenho pastas como "Personagens", "Cenários", "Anotações" dentro de casa pasta de fanfic que eu escrevo. Tenho até uma "CapsAntigos", onde eu coloco arquivos com nomes como "Cap1a", "Cap1b", versões antigas quando acontece de eu reescrever algum capítulo(também não consigo jogar fora o que escrevi sem antes me preparar psicologicamente para isso).

    Esse post me reforçou a necessidade de fazer isso(porque eu já vinha me desleixando novamente, rs)!

    ResponderExcluir

Não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?

Tecnologia do Blogger.