S.A.L. - Serviço de Atendimento ao Leitor - Volume 1 (O Retorno)

domingo, junho 14, 2015


Promessa feita é promessa cumprida.
Demora, mas é cumprida.
Estou trazendo de volta a coluna de respostas aos comentários. Como tem muito comentário pra trás, nos posts mais antigos, resolvi responder apenas os dos comentários dos posts a partir de janeiro de 2014. Se vocês quiserem, eu faço alguns dos mais antigos, mas a princípio, vai ser daqui pra frente.
Espero que gostem e se divirtam. A parte 2 deve sair na próxima semana.
Beijos e, caso gostem, comentem ;)


Fran Tepes - 13 de janeiro de 2014 00:37
"Não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?" Se não for muito incomodo...
Esse é um dos posts mais belos deste blog. Concordo em gênero, número e grau, especialmente em relação ao primeiro lugar. Mathias Loeral* Nygard fazendo cosplay de Eric Northman, então... 

Mto amor.

@ Existem coisas que apenas a internet pode fazer por nós, como por exemplo, nos apresentar todos os bonitões da gringa que nós jamais veríamos se não fosse por ela.
O tenso é quando a gente precisa fazer um post a respeito e fica um tempão distraída com as fotos, até esquecendo o que ia colocar na postagem em si.
E sempre digo que menino Mathias é a prova de que Deus existe e gosta mais das filhas (e é troll, porque o colocou lá na pqp D: ).

Guia Prático de Como Fazer uma Boa Fanfiction: Perguntas Frequentes

Bruno Costa Vitorino - 9 de março de 2014 21:20
Excelente compilado

@ Obrigada, volte sempre ;) Ainda teremos vários posts nessa série e depois faremos outras sobre alguns temas mais específicos, abordando-os de forma mais aprofundada.

Top 5: 5 Coisas que eu aprendi ouvindo folk/viking metal

Brendha S. - 18 de junho de 2014 03:38
Poxa, vem me dar um abraço ~õ~
Você gosta das mesmas coisas que eu cara, viking / folk metal, as mesmas bandas, tbm curte fics *-* Segui seu blog, amei demais <3 br=""> beijinhos,
http://heavymetal-girl.blogspot.com.br/

@ A melhor parte de ter blog é mostrar nossas opiniões pro mundo e encontrar gente que concorda com a gente. Metal é vida, não confio em quem não curte.
Fico feliz que curta as postagens e agradeço por estar seguindo. Vou até deixar o link aqui pra quem quiser visitar seu blog também HAHAHA ;D

Guia Prático de como Fazer uma Boa Fanfiction: Escolhendo o Título (respostas no final ;D )

Ana Cecilia - 19 de abril de 2014 21:10
Tenho uma fic que ainda não foi postada, a inspiração veio de uma música Menina Veneno, então o nome da fic seria VENENO, quando ela foi concebida era uma simples PWP, então servia, mas como uma fic rebelde ela criou vida própria e se transformou em uma bela história de amor o nome escolhido não serviria mais, e agora? Depois da décima folha escrita o novo nome foi NUNCA VOU TE ABANDONAR.
Outro nome Estarei para sempre ao teu lado, mas o escolhido combina mais com a história.
O Título de uma fic quando escolho geralmente já tenho muitas folhas escritas é difícil, porem tento manter dentro da linha, por exemplo Nas estradas da vida(Os personagens principais são caminhoneiros) Tudo pela pátria 1 e 2 (Um dos personagens é capitão do exercito, só isso srsrsrsrrs A primeira foi uma PWP e a segunda tem um enredo, mas nada haver com o título KKKKKKKK)
Acho que é isso!!

Kelly Crystina - 20 de abril de 2014 17:31
Tenho uma fic de Devil May Cry chamada "O Dia da Caça". Antes era pra ser Caça e o Caçador, mas achei que mudando iria condizer mais com o que a fic fala

Lady Anubis - 20 de abril de 2014 18:05
Costumo sempre escolher o titulo no início, como se dá o nome a um filho, mas algumas vezes elas decidem mudar de nome. Uma das minhas fics de Weiss Kreuz mais difíceis de escrever passou por esse processo. No início ela se chamava 'O Colecionador', mas o desenrolar da história mostrou que o nome devia ser 'Voyeur'... E assim ficou.

R@QUEL - 28 de abril de 2014 19:53
Ola, eu tenho uma fic chamada Cursed Girl. A fic esta relacionada com uma maldição lançada a uma rapariga, pelo que é bem explicativo o titulo, nao? Mas acho que poderia ter outro titulo como por exemplo "James S Potter e a morena amaldiçoada"
http://fanfiction.com.br/historia/448152/The_Cursed_Girl/

Angela Lima - 28 de abril de 2014 20:07
Ahn... atualmente a fanfic que estou escrevendo tem o nome de "Quote", não sei se realmente é esse o nome que vai ficar mas em meus planos é sim, decidi que seria "Quote" primeiramente pela música do Evans Blue e segundo pelo fato de que a história é narrada em terceira pessoa, logo "Quote" que tem o significado de aspas (na verdade é tipo um abre aspas) XD
E tem a Fiction, uma one-shot não-terminada em que um livro é encontrado na biblioteca inicialmente apenas com a dedicatória para o grande amor da vida do escritor mas com a leitura acaba misturando-se com a realidade e vai tornando-se cada vez mais interessante pelo leitor que mal se aguenta e inclusive acaba lendo as partes separadas para saber o que acontece com o casal da história XD
Bem, acho que só :3

Luiza Mór - 29 de abril de 2014 14:13
A história que eu estou escrevendo agora se chama Os Olhos do Corvo, pois a protagonista (que, só para constar, é uma sereia assassina) tem os olhos tão negros quanto os de um corvo, e essa é uma comparação frequente durante a narração. Se não tivesse escolhido esse título, provavelmente estaria escolhendo até hoje hahahahahhha

Lis Maria - 30 de abril de 2014 11:59
Eu atualmente tenho duas Fics, sendo que uma das Fics se divide em três mundos (primordialmente 3 vertentes - eu digo primordialmente pois podem ser mais...)
A primeira Fic é Darkness, esse título eu bolei logo de começo pelo ar da personagem, não acho que conseguiria dar outro nome, mas poderia ser algo como o suspiro da morte, ou coisa assim, até mesmo a Profecia, mas acho Darkness o mais apropriado.
E as minhas 3 vertentes se chamam: Código 23, e cada uma tem um subtítulo... Código 23 - Projeto Inteligência Artificial, Código 23 - Projeto Elementais e Código 23 - Projeto Cerberus. Bem, como o nome é bem específico e tem a ver com a personagem principal acho difícil ter um outro nome, já os subtítulos poderiam ser diferentes, mas eles são baseados no foco principal da história, Code 23 Elementais envolve os elementais (dã), o Projeto Cerberus tem como uma das personagens mais importantes a Cerberus e a inteligência artificial tem como um das personagens principais a I.A.. Bem é isso... Eu não mudaria o nome das minhas fics, elas são bem fixos, e tenho outras em andamento, não postadas, mas são bastante... então nem vou comentar...
http://fanfiction.com.br/historia/121329/Darkness
http://fanfiction.com.br/historia/425393/Code_23_-_Projeto_IA ( só estou escrevendo essa por enquanto, pelo menos postando...)

Andréia Kennen - 8 de maio de 2014 00:17
Achei o post muito interessante!
Para mim é muito mais complicado dar o título depois da ideia pronta, e fico feliz quando a ideia para o título surge no início da fic, ou, em alguns casos, surge até antes. Também tenho costume de anotar algo que vejo, ouço, leio e que acho que poderia dar um bom título. Salvo em um documento de Word e guardo em uma pasta que tenho no computador intitulada "ideias futuras". Quando quero escrever algo novo, primeiro eu visito essa pasta e vejo se alguma das anotações se encaixam a nova ideia.
Eu tenho fics com nomes bem comuns. E eu aplico para as minhas fics (quase sempre) uma das dicas do post: o nome estar relacionado com o enredo de alguma forma. Eu gosto e me empenho, para passar essa relação para o leitor.
Alguns títulos que usei:
"Sem querer, juntos" - A pausa no 'juntos' foi forçada para dar ideia de "dúvida" de que se está pensando no assunto. É como se alguém dissesse: "ih, pois é, né, cara, eu não vou com a tua cara, você não vai com a minha, mas, mesmo sem querer, vamos ter que dividir um mesmo teto". Atiça também a curiosidade de leitor: mas se eles não querem, porque vão ficar juntos? O que leva duas pessoas a ficarem juntas sem querer?
"A Crise dos Sete" - A ideia veio porque eu iria tratar de uma crise de um casal homossexual. E eu queria tratar o relacionamento gay em crise dessa fic com a naturalidade de um relacionamento convencional em crise. Se é que dá para chamar de “natural” uma crise. xD Enfim. 
"A Dança dos Ventos" - Essa fic foi um dos poucos casos onde elaborei primeiro o roteiro, os primeiros capítulos e só depois pensei no título. Normalmente isso acontece quando tenho que escrever fanfic de desafio, ou de presente de amigo oculto, onde a ideia central já foi exigida e eu tenho que trabalhar em cima dela. Mas escrever sem título é algo que me faz cair os cabelos, então dei um título provisório só porque achei bonito "a dança dos ventos". E depois fiquei pensando como eu faria para relacionar o título com a fic. Bem, eu consegui no fim. xD
"November Rain", "No Regrets" (foi uma sugestão da minha beta) e "Promiscuous" são um dos poucos casos onde busquei inspiração em letras ou títulos de música. Mas todos os títulos fiz questão de que tivessem alguma relação com a fic. A primeira, com letra de um clássico do Guns, teve relação com o clima em que a fic se passa: em novembro, em Roma, onde a chuva que precede o inverno rigoroso cai fina e extremamente fria. A segunda "Sem arrependimentos" do Robbie Williams, se relaciona com a decisão do protagonista da fic de causar um transtorno a família e a si próprio e não sentir arrependimentos por suas decisões. "Promiscuous" da Nelly Furtado trata da história de quatro jovens ricos e curtindo os prazeres da vida. Tenho outras fics relacionada com música, mas que não ficaram tão boa quanto essas. 
"O Quarto 22" e a "A Forja de Hefesto" - são exemplos de fics cujo os títulos estão relacionado com o ambiente onde a fic se passa (o segundo caso) ou o local de destaque (o primeiro caso).
"A Aposta" e "Obsessão Fatal" - São histórias com títulos recorrentes, que já apareceram muito em livros ou filmes e foram escolhidos exatamente pelo que parece: ir direto ao ponto. Ambas as fics vão tratar de assuntos que estão estampadas no título. 
"Redenção" não foi pensado pra ser um título recorrente, mas só depois de muito tempo terminada, descobri que esse título é o mesmo do primeiro livro de uma saga Yaoi escrita pela Josiane Veiga e fiquei muito decepcionada comigo mesma. xD Porque na época achei que eu tinha escolhido um título original e quebrei a cara. Ms é um dos trabalhos que mais gostei de elaborar por ser um pouco de terror. (muito pouco) xD
"As Origens de Sebastian", "Os Aventureiros de Aurora", "Os Garotos" foram pensados exatamente para ter o tom de "série" mesmo. 
Os títulos que mais gostei de dar as minhas fics. 
"Colcha de Retalho". Amo esse título pelo simples fato de conseguir relacioná-lo duplamente a fic. "Colcha de retalhos" são remendos, pedaços de tecidos unidos um no outro que formam uma colcha. Nesse caso, eu usei como metáfora aos retalhos de histórias que vão formar uma única fic. E no fim, a própria colcha também é mencionada. Então gostei muito de ter dado esse título por eu ter conseguido utilizá-lo em dois sentidos. 
"Kokoro no Kizu" - o único título de fic que tenho em japonês. Isso porque ouvi quando estava assistindo Naruto Clássico e quando li a tradução "Feridas do Coração" achei que seria perfeito para o título de uma fic e anotei. Quando me veio a proposta de um amigo oculto e eu achei que o tema que o meu presenteado queria tinha muito a ver com aquele nome e desenvolvi toda a fic com esse propósito. E foi lindo, porque também consegui fazer uma relação dupla ao título: a uma possível doença de coração, que seria tratada pelo personagem médico da história e a ferida do coração que está relacionada aos sentimentos não correspondidos do amigo dele. ;) 
Esses não forma todos os meus títulos e nem todas as minhas fics, estou atualmente escrevendo "Corrompidos" (que mudei de nome no último instante e eu fiquei feliz de ter mudado antes de postar, pois esse tem muito mais a ver com o enredo que vou elaborar) e vou começar a postar a fanfic "Amazonas não choram" (dada de presente também) que é uma alusão ao termo "garotos não choram", garotos não choram porque tem que ser fortes então amazonas não choram porque elas também tem que ser forte. 
Um pouco da minha experiência. Desculpem o texto enorme, eu me empolgo quando o assunto é "escrever". E vocês trataram de um tópico que amo muito: intitular um trabalho. Como o comentário lá em cima disse, e eu assino embaixo, é como você dar um nome a um filho, precisa ser especial. 
Abraços! Continuem com o belo trabalho. Já curti e estou acompanhando a página de vocês.

Ayala Oliveira - 11 de maio de 2014 01:23
Vermelho.
Escolhi esse título porque vermelho é uma cor intensa, forte e relacionada a coisas boas e ruins. É como as coisas que acontecem na vida dos personagens, eles sempre estão no limite (emocional e físico) então acaba que vermelho seria uma cor que os descreveria, sem contar que quando escrevemos, tudo pode ser tão forte quanto é possível e assim acontece na fanfic. Outro nome que daria à ela seria "Intenso" ou "Ataque cardíaco" ou "Síncope", esses dois últimos relacionados à intensidade com que essas duas doenças vem, sem avisar, elas só aparecem que a pessoa que se cuide se quiser continuar viva. E o primeiro nome "Intenso", pela forma como de repente somos tragados pelos nossos sentimentos (e não necessariamente apenas amor).
Post muito bom, confesso que minhas histórias mais antigas me dão vergonha em quesito de título, mas vá lá, todo mundo erra no começo XD

Jeeh NT - 19 de setembro de 2014 21:03
Tem três 'fics' (fics o que? São originais :P), que são as que eu me empenho mais
"Maybe Your Fan", que aí fala de um ídolo que se escondia de todo mundo e aí ele confiou esse segredo pra uma menina (Enredo bem escroto mas foi o que eu consegui pensar...), com 2° temporada de título "Definitely Your Fan"
"Como Romeu e Julieta", se eu falar mais vai ser spoiler, mas já vai dar pra perceber...
"Perdido na História", acho que não tem muito a dizer dessa haha :p

@ Primeiramente queria agradecer a todos que comentaram. Acho que de todos os posts do guia, esse é o mais lido e comentado. O que é interessante é ver que por mais louco que seja seu método de nomear histórias, nunca estamos sozinhos. Posso dizer que já utilizei praticamente todos os mencionados nos comentários. Desde me inspirar em títulos de outras obras e modificá-los a usar uma palavra recorrente no texto, passando por correr pra pasta de músicas que me inspiram pra essa história até usar algo quase “filosófico” que apenas quem ler a história com muita atenção vai perceber o motivo do título. Até tem aquele que vem do nada, por acaso combina e a gente acaba deixando porque gostou e casou com a história. O mais interessante é ver as relações que outras pessoas estabelecem com seus títulos e as respectivas histórias. Algumas me deixaram realmente curiosa para ler, agora só preciso daquele negócio tenso e difícil chamado tempo. Mas a situação tá melhorando e logo deixarei alguns comentários por aí.


Semana que vem, tem a parte 2.
Até lá ;D

Nenhum comentário:

Não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?

Tecnologia do Blogger.