Quero me Tornar um Beta, o que Fazer?

domingo, dezembro 13, 2015


Essa é uma dúvida bem comum entre autores e leitores que almejam o status de beta oficial (principalmente do Nyah) para ajudar outros autores a melhorarem sua forma de escrever. Algumas dessas pessoas já vieram até mim, no meu perfil pessoal no Facebook ou no Nyah perguntar o que poderiam fazer para isso e foi pensando nelas que resolvi fazer esse post.
Tive meus tempos de péssima usuária dos sites de fanfics que frequentei, admito. Não escrevia nada que se aproveitasse e até violei um punhado de regras. Até que parei e pensei “que porra estou fazendo da vida? Escrever é o que realmente mais gosto de fazer, preciso levar mais a sério”. Desde então comecei a ler e estudar mais, tentar evoluir minha escrita (embora ainda não saiba se consegui até hoje rs), e me tornar beta foi meio consequência.
Hoje, o post traz algumas maneiras (não tão) simples de melhorar ao mesmo tempo sua forma de escrever e seu olhar crítico, o que pode ser sempre útil mesmo que você não queira ser leitor-beta. Come on.


# Ler e estudar bastante
Passo básico para fazer qualquer coisa, especialmente quando se sabe pouco, ler e estudar bastante é o item mais importante da lista.
Não sabe como se acentua palavras corretamente? Estude. Não manja de pontuação? Estude. Se perde com concordância nominal e verbal? Estude. Não sabe pra onde vão as coisas na hora de fazer o planejamento do enredo? Ou como se caracteriza bem um personagem? Estude.
Livros, apostilas, artigos... A internet traz um material vastíssimo sobre isso. Também há livros aos montes que podem ajudar. Não apenas trazem tudo o que você precisa para começar sua “carreira” como beta-reader, como ainda ajudarão na sua escrita e os conhecimentos de português ainda ficam pra vida toda. Embora seja trabalhoso, vale a pena.

# Começar a ler as histórias com um olhar mais crítico
Chega então o momento de começar a aplicar o que aprendeu até aqui.
Nessa etapa, é fundamental você procurar ser mais exigente em suas leituras. Perceba em quais momentos o autor ou autora erra ou acerta em termos não somente de linguagem (pontuação, acentuação, gramática e ortografia), mas também fixe sua atenção na parte literária.
Os personagens estão bem construídos? Possuem uma motivação forte? Despertam sentimentos no leitor (simpatia, antipatia, amor, nojo, raiva, pena, etc.)? É possível torcer por eles?
Dedicar um pouco de atenção à forma como a história é contada também é bastante importante. Os parágrafos estão longos ou curtos demais? As ideias estão claras ao leitor? A formatação facilita a leitura ou atrapalha? Essas e várias outras questões do que observar numa fic você pode encontrar neste post.
Agora vem outra parte crucial...
  
# Saber criticar o que precisa ser criticado e elogiar o que tem que ser elogiado
...que é não apenas apontar os erros.
O trabalho de um beta não é só dizer o que está ruim. É apontar sugestões também sempre que possível, mas reconhecer os pontos fortes do autor ou autora e indicar, não apenas para que essas boas partes não sejam alteradas. Principalmente, usando para motivar o autor ou autora e fazer com que ele(a) não desista de seu trabalho, somente arregace as mangas para melhorá-lo.
Reconhecer pontos fortes e fracos é fundamental para todo bom crítico. Por pior que uma obra seja, ela terá algo bom. E por melhor que seja, ainda pode melhorar em algo. Lembre-se sempre disso.

# Escrever reviews mais embasados
De nada vai adiantar estudar pra caramba, ler histórias e perceber onde seus respectivos autores(as) erram ou acertam. Se você não escrever isso, mostrar pro autor(a) todas as suas considerações sobre o que conversamos até aqui, vai ser tempo perdido.
Aqui, é fundamental conhecer a outra pessoa.
É alguém que se ofende fácil? Alguém muito apegado(a) à história? Ou você pode criticar a pessoa de boa, sem se preocupar tanto assim com a reação?
Saber que linguagem vai utilizar para apontar isso é crucial. Evitar uma postura pedante e arrogante ajuda bastante, mas quando equilibramos nossos comentários em coisas negativas e positivas, reações ruins por parte de autores ou autoras costuma ser algo mais raro.
Claro que seu intuito é ajudar, então nada de centrar suas críticas na pessoa. Foque toda sua atenção ao texto, e somente nele. Nada de ataques pessoais. Isso é trabalho de hater, não de beta.
Beta ajuda. Hater... Bem... Hater atrapalha. Sempre. Fica a dica até pra você: ignore-os. Não alimente os trolls.

# Saber lidar com a rejeição dos autores
Mesmo moderando a linguagem e equilibrando elogios e críticas, ainda vai ter gente que não vai gostar do que você falou.
É normal. E mais comum do que parece. Vai continuar acontecendo mesmo que você se torne um beta oficial ou um revisor de livros profissional.
O segredo é não se abalar. Algumas pessoas ainda precisam se esconder atrás de “escudos” e retirá-los leva tempo. Às vezes, removê-los bruscamente e fazê-la perceber que não é assim tão boa em algo que ela ama pode ser bem traumático, então não force ninguém.
Se achar necessário, insista e mostre que sua intenção é colaborar sempre. Se mesmo assim não funcionar, tudo bem. Recolha seu arsenal de sugestões e opiniões e passe pra próxima pessoa.
Certamente há alguém lá fora precisando de sua colaboração sincera, alguém que vai agradecê-lo(a) profundamente por sua dedicação. Não desista. ;)




E aí, curtiram? Possuem outras dicas? Algo a acrescentar ou criticar? Deixem nos comentários e até a próxima semana.

Um comentário:

  1. Olha, eu admiro muito quem consegue ser crítico literário e o faz com maestria. Porque atualmente tá cada vez mais complicado. Acho que ser beta tem sido algo que cada vez menos as pessoas se interessam. Porque se vc quer ser crítico literário é porque já tá cansado de ler mais do mesmo, ver os mesmos erros, os mesmos problemas. E atualmente as pessoas tem aceitado tudo numa boa, como se qualquer coisa que fosse apresentado fosse o melhor, quando não é.
    É aquela coisa: bons profissionais estão cada vez mais em falta.
    http://criptografandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?

Tecnologia do Blogger.